Selecione o cadastro


Notícias

O recolhimento seguro dos fluidos refrigerantes

O recolhimento adequado do fluido de um sistema de refrigeração é o primeiro passo para possibilitar a reciclagem dessas substâncias. Para garantir a efetividade dessa etapa, é importante respeitar as boas práticas de refrigeração e trabalhar sempre com segurança. Antes de iniciar o processo de recolhimento é necessário conhecer a identidade do refrigerante. Por exemplo, se o fluido é um R-22, R-12, R-422, entre outros. É importante também não se misturar fluidos diferentes no interior do cilindro de recolhimento. Os cilindros de recolhimento, por sua vez, devem estar em boas condições de uso, além de apresentar certificação de qualidade. Para tanto é altamente recomendável submetê-los a inspeções periódicas, incluindo testes de pressão, com a frequência mínima de 5 anos. 

Durante o enchimento do cilindro, a temperatura deste não deve ser rebaixada, pois o posterior aumento de temperatura provoca a expansão de uma parcela do líquido contido no cilindro, gerando o risco de rompimento da embalagem. Por este mesmo motivo, é aconselhável encher o cilindro com uma quantidade de refrigerante na fase líquida que corresponda a, no máximo, 80% de sua capacidade total. Ao finalizar o procedimento, identifique o cilindro informando o tipo de fluido nele contido - isso evita misturas indevidas de refrigerantes diferentes. 

* É importante lembrar que essas dicas devem ser seguidas tanto para descarte ou reciclagem do fluido, quanto para possibilitar reparos ou manutenções nos equipamentos.

 

Voltar