Selecione o cadastro


Novo fluido combina eficiência energética e sustentabilidade para refrigeração comercial

A preocupação em desenvolver soluções para substituição dos gases HCFCs, como o R-22, é algo que vem propiciando diversas mudanças no setor de refrigeração desde a criação do Protocolo de Montreal, que determina a eliminação gradual da utilização dos HCFCs no Brasil, até a eliminação total em 2040. Recentemente, uma emenda ao Protocolo de Montreal foi aprovada na MOP 28, em Kigali, que determina a redução progressiva dos HFCs, devido ao potencial de aquecimento global desses produtos, com congelamento do consumo no Brasil a partir de 2024 e redução a partir de 2029.

Por conta disso, muitos refrigeristas buscam soluções ambientalmente mais aceitáveis, que apresentem um desempenho semelhante, para substituir os HCFCs e HFCs, como o R-404A na refrigeração comercial, por exemplo.  Uma susbtância que vem sendo novamente vista como opção no mercado é o CO2 (R-744), principalmente em sistemas de refrigeração comercial e de supermercados.

Esse fluido apresenta um Potencial de Aquecimento Global (GWP) igual a 1 e zero potencial de degradação da Camada de Ozônio (ODP), além de não apresentar a necessidade de ser recuperado, tratado ou reciclado. Apesar disso, o CO2 possui uma rápida perda de capacidade e alta pressão de trabalho, o que exige modificações nos equipamentos e uma mão de obra muito capacitada para realizar o Retrofit e manutenções. Além disso, em caso de vazamento, CO2 pode se tornar perigoso em determinados ambientes por ser inodoro e possuir maior densidade que o ar, sendo recomendada à instalação de sensores para controle e monitoramento de vazamento.

Em contrapartida, há outra alternativa que foi desenvolvida recentemente para substituir o R-404A e R-22 na refrigeração comercial, e que mantém um comportamento similar a esses produtos, não exigindo novos equipamentos ou manutenção diferenciada. Trata-se do fluido refrigerante Opteon™ XP40, já muito utilizado em países da Europa e nos Estados Unidos, pois atende as regulamentações atuais destes países. A base de hidrofluorolefina (HFO), Opteon™ XP40 não tem potencial de degradação da camada de ozônio, não é inflamável e possibilita uma redução de 67%* do potencial de aquecimento global (GWP) em comparação ao R-404A.

Opteon™ XP40 proporciona a combinação de melhor eficiência energética com boas propriedades ambientais, demonstrando uma economia de energia significativa em relação ao R-404A. Além disso, é considerado um ótimo substituto para os fluidos usados atualmente pelo setor, uma vez que é compatível com lubrificantes atuais (é o mesmo tipo utilizado em sistemas com R-404A) e aprovado pelos principais fabricantes de componentes e equipamentos de refrigeração, possibilitando um Retrofit fácil, com eventuais pequenas alterações no sistema, além de custo baixo quando comparado com uma instalação com CO2.

Opteon™ XP40 é mais um dos produtos da linha de fluidos refrigerantes Opteon™, que oferece soluções inovadoras para o mercado de refrigeração brasileiro, apresentando o equilíbrio ideal entre desempenho, sustentabilidade, segurança e custo-benefício para aplicações em refrigeração e climatização.

 

* GWP = AR5 – Quinto Relatório de Avaliação do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas