Selecione o cadastro


Green Buildings e a demanda por prédios sustentáveis

Nos últimos anos, o movimento sustentável se tornou cada vez mais presente em nosso cotidiano, se multiplicando em setores como o de energia, refrigeração e construção civil. Uma das inovações impulsionadas por esse movimento, foi a construção de prédios comerciais sustentáveis no Brasil, os famosos Green Buildings.

Atualmente, o país está na quarta posição com mais prédios verdes no mundo, com 601 edifícios certificados pelo selo LEED (sigla em inglês para Liderança em Energia e Design Ambiental), sendo 70% deles empreendimentos comerciais, escritórios e centros de distribuição. Os prédios que recebem o selo garantem melhorias para o meio ambiente e sociedade, além de benefícios econômicos, como redução de custos operacionais e regulatórios, valorização do imóvel, modernização e aumento na velocidade de ocupação.

O selo tem como objetivo incentivar a transformação dos projetos, obras e operações das edificações, sempre com foco na sustentabilidade, avaliando as edificações por 7 dimensões, sendo que um dos aspectos analisados é o uso de fluidos refrigerantes com baixo Potencial de Aquecimento Global (GWP) e zero Potencial de Degradação da Camada de Ozônio.

Esse fator pode gerar um aumento na procura por fluidos ambientalmente mais aceitáveis, e nesse cenário, uma nova alternativa vem chamando a atenção do mercado: são os fluidos refrigerantes HFOs (hidrofluorolefinas). São produtos que apresentam baixo potencial de aquecimento global e zero potencial de degradação da camada de ozônio, porém com propriedades físico-químicas semelhantes aos HFCs e HCFCs, o que possibilita realizar procedimentos de Retrofit de forma rápida e sem muitas modificações no sistema, e, em muitos casos, os HFOs ainda podem contribuir para a melhoria da eficiência energética no sistema.

A preocupação e a busca por soluções sustentáveis são questões atuais, e que permanecerão presentes no futuro do setor de refrigeração e ar condicionado, por isso é importante que os profissionais dessa área se mantenham sempre atualizados sobre as soluções alternativas que estão chegando ao mercado.