Selecione o cadastro


Vazamento de Fluidos Refrigerantes: um risco a ser evitado

A manutenção contínua dos equipamentos de refrigeração e climatização presentes em supermercados exige atenção redobrada quanto a vazamentos de fluidos refrigerantes ou rupturas nas peças que compõem o sistema, evitando acidentes e até custos com uma manutenção de última hora.

O vazamento de fluidos refrigerantes em sistemas de refrigeração comercial pode se dar por diversas razões, - como, por exemplo, a má qualidade do próprio fluido no sistema ou por rupturas nas tubulações que o compõem. Esse importante assunto têm preocupado o setor supermercadista de todo o Brasil, pois além de estarem em uma temperatura muito baixa, podendo causar queimaduras a frio, algum fluidos sem garantia de origem podem ser tóxicos ou até altamente inflamáveis, colocando em risco a saúde e segurança dos profissionais do setor e seus clientes.

Visando alertar o mercado e os profissionais, separamos algumas dicas de segurança e precauções na hora da manutenção preventiva, principalmente para diagnosticar e evitar um vazamento:

 


Cuide da sua segurança pessoal: O uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) é fundamental. Em casos de fluidos classe A1, você deve* usar as luvas, óculos e calçados de proteção, além de uma blusa de manga comprida e calça longa. Já no caso de fluidos perigosos, classificados com B1, B2 ou B3, além de todos esses EPIs é fundamental que o profissional use uma máscara conforme a toxicidade do produto.
* ATENÇÃO – Cada aplicação exige um EPI diferente, verifique sempre quais outros são necessários para o seu dia-a-dia.

Verifique as tubulações: É fundamental que o profissional que realiza a manutenção de equipamentos de refrigeração verifique sempre o estado das tubulações para que não ocorram vazamentos.

Vedação: Fique atento aos anéis de vedação de todo o sistema. Caso eles estejam mal posicionados ou mesmo gastos, o vazamento poderá ocorrer.

Fluidos Adulterados: Fluidos Refrigerantes de má qualidade, como os com alta taxa de umidade ou presença de partículas sólidas, quando aplicados em sistemas de refrigeração podem aumentar sua acidez, danificando os componentes do sistema e possibilitando um vazamento.

 

DICA: Diversos fluidos refrigerantes, considerados adulterados, encaixam-se na classificação de Toxicidade e/ ou Inflamabilidade da Norma ASHRAE – clique aqui e veja mais informações – podendo oferecer certa periculosidade na hora da manutenção de equipamentos. Além disso, muitos possuem altas taxas de umidade, bem como a presença de partículas sólidas o que pode danificar toda a tubulação e/ou o compressor, provocando, em alguns casos, o vazamento do fluido.

A atenção redobrada e uma manutenção contínua ajudam a evitar que hajam vazamentos ou quebras de componentes dos sistemas de refrigeração, além de minimizar os riscos à segurança das pessoas e dos alimentos. Portanto, o uso correto dos EPIs, a atenção ao tipo de fluido refrigerante e a garantia de origem do mesmo assegura que as operações sejam feitas com maior controle e de forma a respeitar as regras básicas para uma boa manutenção preventiva de sistemas HVAC.