Selecione o cadastro


Falta de qualidade custa caro para o setor automotivo

Oferecer produtos e serviços de qualidade deixou de ser um diferencial competitivo e passou a ser indispensável para empresas e profissionais de diversas áreas e mercados, visto que o consumidor se encontra cada vez mais exigente e em busca de excelência.

Neste ano, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Sindipeças (Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores), 93,6% das 63 empresas entrevistadas consideram a qualidade um fator essencial. Apesar disto, para a cadeia de autopeças brasileira, a qualidade ainda é vista como custo, e não como investimento. Inclusive, o custo anual causado por sua falta ultrapassa os 5 bilhões de reais, sendo que, quanto menor o porte da companhia, mais elevado é o prejuízo.

Dessa forma, é possível perceber que o crescimento e o sucesso profissional se tornam mais próximos quando produtos de qualidade são utilizados na prestação de serviço, tendo a excelência como foco em qualquer processo.

Quando falamos em sistemas de ar condicionado automotivo, diversos fatores influenciam na qualidade do serviço prestado, sendo a escolha do fluido refrigerante, um dos mais importantes. Com a crescente oferta de novas marcas para o R-134a, principal fluido refrigerante utilizado em A/C automotivo, é justamente o fator qualidade que está em xeque.

Os fluidos refrigerantes da Chemours seguem os mais rigorosos padrões internacionais, tendo a qualidade garantida pela sua tradição e pioneirismo. Desenvolvido para substituir o R-12, o fluido refrigerante Suva™ 134a, além de possuir um alto grau de pureza, possui um excelente rendimento e proporciona bom desempenho dos equipamentos. Saiba mais.