Selecione o cadastro


Reduza o consumo de energia em equipamentos de refrigeração doméstica

 

Atualmente, estima-se que cerca de 65 milhões de equipamentos de refrigeração doméstica estão em operação no país, sendo que pouco mais da metade desses refrigeradores possuem mais de 9 anos de uso. Para tanto, é necessária uma produção adicional de cerca de 30 TW/h por ano no Brasil para alimentar esses equipamentos mais antigos, gerando um custo de mais de 2 bilhões de dólares em energia.

A retirada desses equipamentos mais antigos do mercado acontece, geralmente,  quando ocorre a substituição pelo consumidor por um modelo mais moderno que atenda melhor às suas expectativas , ou mesmo quando há o fim da vida útil do sistema. Entretanto, a eficiência energética vem se tornando um fator relevante para o cenário em questão.

Visto que o funcionamento normal de um compressor produz desgastes que se intensificam ao longo do tempo, o que traz impactos financeiros devido ao aumento da demanda de energia elétrica, é possível perceber a crescente procura pela melhor eficiência energética de equipamentos de refrigeração doméstica. Essa eficiência, no entanto, é difícil de ser alcançada com o uso de equipamentos antigos associado a produtos sem qualidade e procedência reconhecida.

Deste modo, mesmo com a existência de quipamentos antigos na refrigeração doméstica, é possível encontrar alternativas que reduzam os impactos ambientais e financeiros para o mercado, principalmente através da utilização de produtos de qualidade, que aumentam a vida útil do sistema.

O ISCEON™ MO49Plus™ proporciona a capacidade de refrigeração até 11% maior e menor consumo de energia em comparação ao R-12 na maioria dos sistemas, além de preservar a camada de ozônio e ser compatível com óleo mineral, alquilbenzeno e polioléster. Além do DAC de 13.4kg, o produto também está disponível em latas de 750g, oferecendo a quantidade aproximada de fluido existente em um refrigerador, o que facilita o processo de carga no equipamento. Clique aqui e saiba mais.